polemica1

Olhas as HQ aí! Mas e os mangás?

Quem nunca leu história em quadrinhos ou mangás? Olha, eu já li muito ambos, mas devo dizer que amo muito mais ler mangás do que quadrinhos! Devo contar que depois de experiências que acabei passando por ler esse tipo de coisa em lugares públicos, na minha hora de almoçou ou na faculdade por exemplo, além de observar muito a minha volta percebi um ponto que gostaria de conversar com vocês.

Já vi e vivi muitas situações que me deixaram mais em dúvida sobre o porque de tudo isso! Compro mangás desde meus 6 anos, pois eu achava (ainda acho) os desenhos lindos  ̶  além que sempre assisti animes, vício num nível que eu gostaria de continuar  ̶  e logo que comecei a ler, como livros, mangás nos trazem aprendizado, possuem personagens que nos conquistam, tem toda a moral e mensagem do que tudo que aconteceu durante a história.

polemica4

Então, um dia, apareci com um mangá e me falam que sou estranha por que estou lendo um mangá? Logo no dia seguinte quando apareci com uma HQ do Superman – Terra Um, a frase foi outra: nossa que legal!

Mas hein?! A questão é: Por que ler mangá te faz uma pessoa estranha e ler HQ te faz uma pessoa legal?

Lembra naquela época do fundamental que todo mundo lia mangá escondido na sala de aula? Pois é, os professores não gostavam e era super normal, da mesma forma que ler quadrinhos também, mas nessa época chamavam a gente de nerd e nem ligávamos. Éramos um grupinho feliz com todos nossos amores por diversas séries de mangás/HQ e personagens.

Por que virei estranha? Ser nerd, ser geek tanto faz, mas por que esse pré-conceito das pessoas com mangás? Esse era o ponto que eu queria chegar. Perguntei e conversei com várias pessoas que leem ambos os tipos e chegamos a uma conclusão. A separação entre HQ e mangás começou quando um começou ser super explorado (pela mídia etc) e outro de certa forma sendo esquecido e rotulado como infantil e estranho (já que a moda dos anos 2000 já passou). Mas agora a moda é ler quadrinhos, o que te faz uma pessoa legal.

hqOs quadrinhos começaram a ter mais visibilidade pela constante adaptação das suas obras para o cinema, o que acaba atingindo muita gente, até aqueles que nunca se interessaram a ler ou ver algo relacionado a quadrinhos. Resultado disso tudo é o que vivemos hoje: adaptações que não acabam mais, produtos que não param de serem lançados baseados em personagens e de certa forma causa um grande vício nas pessoas pelas adaptações, que acabaram fazendo com quem lesse quadrinhos fosse um expert ou o chamado Geek, não mais o Nerd, além de ser legal você ser o tipo de pessoa que lê. E isso tudo não teria acontecido pela ajuda da série The Big Bang Theory que fez uma quantidade enorme de fãs que iriam com toda certeza seguir e assistir as adaptações.

Não podemos negar que as adaptações são boas, algumas muito boas, mas num geral um tanto repetitivas e apenas pancadaria, mas o que as fizeram ter esse sucesso é o amadurecimento dessas histórias que estão trazendo para as telas. Sendo que se todo mundo lesse quadrinhos viriam que muitos personagens não são bem o que são (tipo Homem de Ferro), além de outras coisas que de certa forma faz com que a HQ fique cansativa, um exemplo são os diversos universos (alguns muito ruins, outros bons).

Duas adaptações que amo muito! Watchmen e O Homem de Aço!

Mas e os mangás? Bom, vocês sabiam que foram os orientais que influenciaram os quadrinhos americanos? Isso mesmo, antes das HQ americanas terem seu estilo definido eles pegavam certas coisas dos orientais. Os mangás possuem adaptações em forma de animação desde década de 80 que eram passadas na televisão, mas desde 2005 (principalmente no Brasil, sobrando para nós assistirmos online) isso caiu drasticamente! As adaptações cinematográficas existem e acabam ficando no oriente mesmo e algumas delas são muito boas e com toda aquela frieza do japonês, eles nem pensam duas vezes em atacar sangue no nosso rosto. O ponto que acho legal nos mangás é que a coleção pode ter 50 volumes, mas tem começo, meio e fim e uma grande profundidade de história e personagens. Eu falo que gosto do Naruto para caramba e a reação é “Nossa que infantil!”, mas a história e sua mensagem são lindas! Além dos personagens que você acaba amando! Então acho extremamente errado rotular esse tipo de coisa. Existem mangás infantis sim, justamente para o público infantil, logo então, existe todos os tipos de gêneros e suas censuras.

Depois de tantas conversas que tive, no final das contas, com tantas adaptações de quadrinhos que estão explodindo para todo o lado e tudo isso é um controle da mídia. Os mangás foram sendo esquecidos por causa dessa moda de quadrinhos e as pessoas acham que os mangás são “novidade”, sendo que eles sempre estiveram lá nas bancas e livrarias ocupando diversas prateleiras e todo mês com novidades e com gêneros para todos os gostos, até mangá ensinando você a cozinhar com um história te acompanhando você pode encontrar.

polemica2


Hey galera! Desculpa a demora para postar, fiquei doente e além da quantidade absurda de trabalhos e acabei me enrolando, mas relaxem! Já tem dois posts no forno (um de livro e outro de jogo). Mas e aí, qual a opinião de vocês sobre tudo isso?


Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

29 comentários em “Olhas as HQ aí! Mas e os mangás?

  1. Curti muito o post. Fantástico! Sempre comento com meus amigos como o mangá é visto de uma forma totalmente diferente das HQs pelas pessoas. Me incomoda ver como as HQs são aceitas sem problemas enquanto os mangás e seus leitores são taxados de estranhos! ._.

  2. Oi Carol!
    Demorei mas finalmente cá estou eu visitando seu novo blog. Adorei! De verdade, está muito bonito e com um conteúdo muito legal! Gostei muito do post e concordo com o que você falou.
    Sempre fui muito de ler quadrinhos e meu único contato com mangás foi Naruto, e confesso que não curti muito na época que eu li, mas tenho muita vontade de encontrar algum mangá que eu goste para começar a conhecer este universo.

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico

  3. Oi Carol, tudo bem?
    Eu li muito HQs quando era mais jovem, mas com o passar do tempo meus gostos foram se modificando e hoje gosto mesmo é dos livros. Nunca li um mangá acredita? E não por conta de algum preconceito, longe disso. Nunca tive vontade mesmo. Mas, tenho vários amigos adolescentes e adultos que curtem, e não os acho estranho por isto. Em geral as pessoas têm que aprender a respeitar os gostos de outras pessoas.
    Ótimo post.
    Bjus
    Lia Christo
    http://www.docesletras.com.br

    1. Acho que respeitar é o mais importante :) Mas devemos reparar que como a mídia e moda influenciam né? Nos 2000 mangás era a melhor coisa que tinha.

  4. Eu leio alguns mangás e pouquíssimas HQs. Eu não reparei tanto nesse preconceito com o quadrinho. Mas sim, com a diferença entre anime/desenho, que é tudo desenho, mas fazer o que. Meu namorado é um, ele não suporta anime, mas gosta de Dragon Ball e eu “WTF” sabe. A pessoa nem sabe do que se trata e já tá pulando fora cheia de opiniões formadas em absolutamente nada. É frustrante!

    Um beijo,
    http://www.prettythings.com.br

  5. Eu não costumo ler nem HQ nem mangás, mas é porque não gosto mesmo, prefiro livros. Acho muito idiota isso de ficar rotulando pessoas que leem certos tipos de livros, veem certos tipos de filme, etc, no fundo acho que as pessoas não conhecem realmente sobre o assunto e querem emitir uma opinião, aí acabam falando essas bobagens.
    Beijos

    1. Com todo certeza, mas é claro que sofre aquela influência de alguns meios de comunicação. Apesar de ter a internet em mãos as pessoas preferem seguir o que tá fácil e falar do que não sabem

  6. Oi Carol,
    Adorei o tema da postagem, eu quando mais nova lia mais Turma da Mônica haha
    Quer dizer eu leio até hoje, porque Seu Maurício sempre posta partes no twitter hehe

    Minha prima assiste bastante anime, mas não sei se ela lê mangás…
    Não tenho nada contra quem acompanha, pelo contrário, acho interessante e os fãs são bastante criativos…adoro os cosplays, acho lindo haha e até leria se tivesse oportunidade.

    As HQs eu sou mais de assistir, imagino que a de Watchmen deve ser ótima, já li vários elogios.

    E você disse uma verdade, ” Os mangás foram sendo esquecidos por causa dessa moda de quadrinhos e as pessoas acham que os mangás são “novidade”, sendo que eles sempre estiveram lá nas bancas e livrarias ocupando diversas prateleiras ..”

    bjs e tenha um maravilhoso domingo =D
    Nana – Obsession Valley

  7. Estava pensando sobre isso hoje mesmo. Com a abrangência que os filmes tem, muita gente que antes não conhecia as histórias em quadrinhos, agora conhece, mesmo que razoável (porque o filme não conta nem 10% de tudo).

    Gostaria de ler mais.. estava lendo o livro Os filhos de Odin, e pensando sobre isso..

  8. OIee Carol!
    Tudo bom?
    Não me lembro de ter lido mangá, a não que graphic novel conte como mangá… Não?
    Bem
    já li algumas hqs – não muitas quanto gostaria de ter lido, mas algumas sim, e gosto bastante. Não acho a ideia de ler mangá estranha, só diferente. Talvez pelos costumes meus, talvez pelos costumes novos…
    Voce sabe se tem algum lugar que eu possa ler online ou só nas bancas mesmo??
    Eu adorava naruto e a hinata mas acabei parando de assistir… na hq deve ser bem diferente alias… as tudo bem
    adorei a postagem!
    acabaram os trabalhos? rs oloooooco
    tudo isso de café?
    magina!
    Um beijo!
    Pâm – http://www.interruptedreamer.com

    1. Estou bem e você??? Nossa, existe vários lugares como mangareader e mangaproject, mas se quiser mandar uns links pelo facebook.
      Leia Naruto, o mangá é tão melhor e cheio de detalhes <3

      E sim, muito café e trabalhos :c

  9. Adorei o post, nem sabia que existia esse “preconceito”, porque na época de escola eu tinha amigos que eram mais viciados em mangás do que em HQs, então.. na verdade acho que os dois são bem distintos, então nem há muito o que comparar. É como você falou só questão de modinha, e isso é beem besta

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de “Só tenho olhos para você”, vem conferir!

  10. Carol…
    Nem imaginava que foram os mangás que influenciaram as HQs americanas, sério… na verdade nunca questionei isso!
    Olha eu nunca li de verdade um mangá ou até mesmo uma HQ de super heróis… mas conheço pessoas simplesmente viciadas em Mangás… então não sei uma cultura consegue diminuir a outra… sei lá… to falando de achômetro mesmo! rsrsrs
    Ps: Eu AMO os filmes das histórias da Marvel! rsrsrs

  11. Acredita que eu nunca li um mangá? Shame on me….
    Acho que os HQ´s são mais populares (ou pelo menos na minha época eram) e por isso surgiu esse preconceito… Mas realmente, tanto faz a leitura de um ou outro.
    Eu vou procurar ler mangá pra te contar como foi rsrs
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

  12. Primeiramente AMEI seu blog, Carol. Eu tenho um blog no mesmo estilo, o Dropando Ideias (http://dropandoideias.com/), se quiser conhecer depois vou ficar muito feliz <3
    Depois, noto a muito tempo o mesmo que você em relação a quadrinhos x mangas. Quando eu recomendo um mangá a uma pessoa não ligada ao mundo nerd/geek ela fica meio "nhé…", mas já quando é um quadrinho, já fica toda OHHH VOU LER QUERO SER GEEK!
    Passei por isso com uma amiga e Shingeki no Kyojin e V de Vingança.
    Também tem o fator de que quem comanda a mídia mundial é basicamente os EUA, que tem na sua cultura os quadrinhos ao invés de mangás. E que também tem as grandes produtoras de filmes, que tem os direitos desses quadrinhos, e que não vão querer (na maioria das vezes né, All You Need Is Kill ta ai pra isso) comprar os direitos autorais de mangás e blablabla…
    Enfim, é triste. :/

    beijos,
    let

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *