tlou

Eu joguei • The Last of Us

Meu objetivo na minha vida de jogadora era conseguir viver a experiência do que é jogar The Last of Us. O primeiro jogo que adquiri ao comprar um Playstation 4 foi esse e meus caros, não tenho palavras para descrever o quão maravilhoso é esse jogo.

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

 

Inicialmente, lançado em 2013 e exclusivo para Playstation 3, mais para frente para Playstation 4 em uma versão remasterizada, ou seja, com gráficos extremamente superiores. Com mais de 240 prêmios e considerado um dos melhores jogos da história, apresento para vocês The Last of Us. Desenvolvido pela Naughty Dog por quase 4 anos usando tecnologia de captura de movimento em todos os personagens e publicado pela Sony Computer Entertainment, do gênero sobrevivência, ação-aventura com uma pitada de terror.

O enredo do jogo é baseado no relacionamento de Joel, um homem adulto e destruído pelos árduos anos sobrevivendo no planeta terra pós-apocalíptico junto da garotinha chamada Ellie, que é sua missão entregá-la para o grupo dos Vaga-lumes, um grupo revolucionário que age por conta própria para tentar salvar a humanidade do fungo Cordyceps que arranjou uma forma de se instalar no cérebro humano e transformá-los em criatura raivosas e sem qualquer tipo de raciocínio, são infectados, mas que na real são fungos que cresceram tanto no humano que o deixaram até com uma aparência de planta e alguns em um nível bem mais avançado, logo o ser humano que residia naquele corpo acaba morrendo, apenas restando o fungo. Joel precisa atravessar os EUA para levar Ellie até seu ponto final, no meio do caminho encontramos diversos personagens, que mesmo com passagens breves, conseguem trazer um nível de envolvimento com a história muito grande, você pode se emocionar com alguns e outros não, mas isso não os torna menos importante. Não é só uma narrativa, mas os diálogos são muito bons. O relacionamento de Joel e Ellie é tão profundo que você se sente na pele de Joel ou de Ellie (quando a jogabilidade passa para ela) e não tem como não imergir nessa história em um nível muito profundo. A experiência de um homem que não tem fé nenhuma que começa a tê-la refletida em suas decisões por causa de uma garotinha irritante.  É uma verdadeira experiência.

 

Clique nas imagens para aumentar 

 

 

The Last of Us é um jogo onde a furtividade é algo extremamente importante para sua sobrevivência, e querendo ou não, muita estratégia na hora de agir, porém você pode ser o tipo de jogador que sabe combinar estratégia com muitos tiros, sendo o jogo em terceira pessoa. Você tem um arsenal de armas de diversos tipos, objetos para jogar para fazer barulho até dos tipo que explodem, e como um ótimo jogo de sobrevivência deve ser, você precisa explorar os cenários para conseguir materiais para construir armas e outros objetos para te ajudar na sua trajetória, além de objetos que são pistas que muitas vezes contam alguma história do lugar que você está passando. Alguns criticam a jogabilidade de The Last of Us ser repetitiva, o que acho algo extremamente errado de dizer, pois tudo pode dar errado com um pouco de descuido, mesmo você sendo do tipo que sai escondido em tudo ou do tipo que sai atirando estrategicamente em cada inimigo ou fazendo armadilhas. O jogo disponibiliza o “Modo Escuta” em que você comanda o personagem prestar atenção ao redor para ver se existem inimigos perto e isso te ajuda a formar o que pode ser feito e bom, temos diversas partes do jogo que são extremamente hardcore no quesito sobrevivência por darem a experiência ao jogador de enfrentar situações diferentes, como fazer seus amigos sobreviverem sendo um sniper ou atirar de cabeça para baixo tentando manter Ellie viva.  Na maior parte do tempo você joga com Joel, mas possuem duas partes que o comando passa para Ellie e são momentos muito significativos na história.

 

Clique nas imagens para aumentar 

 

 

A direção de arte do jogo não é simplesmente de um jogo bem feito, mas a preocupação em fazer todos os cenários serem os mais reais possíveis, e esse foi o ponto de partida da equipe. Cada cenário do jogo consegue transmitir a história do que aconteceu lá, desde o quarto de crianças abandonados e cheios de sangue, até uma cidade inteira em zona de quarentena consegue transpassar o que aconteceu por lá. O maior desafio da direção de arte foi criar um conceito para os infectados não serem simplesmente zombies, mas algo a mais, no caso pensaram em fazer o fungo crescer pelo corpo da pessoa, começando pela cabeça. E para tornar tudo mais real possível, todas as luzes do jogo foram estudadas para serem naturais. A trilha sonora do jogo é marcante, triste e sombria, maior parte dela é apenas violão desafinado (sim!), porém consegue trazer para nós uma atmosfera que completa o jogo de modo perfeito mesmo sendo discreta.

 

Clique nas imagens para aumentar 

 

 

Os personagens foram todos criados com captura de movimento, usando atores reais para isso, porém o design dos personagens é original, não usando a aparência dos atores. A inteligência artificial do jogo é um ponto super importante, tanto para os personagens que são controlados por ela, tanto para os infectados que sabem como agir em qualquer tipo de situação, por usarem um script randômico que faz com que o seu inimigo entenda o que você está fazendo, não importa o que. A Ellie que é controlada maior parte do tempo por AI, mesmo sendo estando atrás de Joel não se mostra um fardo para o jogador, existem diversos comandos que ela te ajuda se você descobre como.

A espera para jogar The Last of Us foi mais do que recompensada, eu não simplesmente joguei algo, mas vivenciei algo que foi feito com tanta profundidade humana que não sairá tão fácil da minha cabeça. Ótimo game design. Ótimo desenvolvimento. Ótima arte. Ótima trilha sonora. É um jogo completo.

edit: Para quem gostaria de saber, o jogo é dublado e possui legendas também em português.

 

10/10 ou, podemos dizer: Espilotríssimo!

 

 

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

34 comentários em “Eu joguei • The Last of Us

  1. Minha relação com jogos acabou faz muito tempo, mas sempre fico impressionada com o realismo com que tem ficado a maioria. Também gosto das histórias muito completas que criam de base, por exemplo fiquei fã de assassin’s creed pelos livros, bem antes do filme sair. Esse jogo eu só tinha ouvido falar no vídeo da Lully com o Lucas Zomer analisando o filme Logan, quando ele comparou os dois.

    http://www.cupidobrega.com.br

    1. Eu gosto e não gosto de Assassin’s Creed, pois os jogos estão repetitivos e com um péssimo game design, o que faz com que eu, como maioria dos fãs acabem desistindo da série, apesar da ainda grande popularidade. No fim acabamos jogando pelas temáticas, pq o jogo em si :/ Logan tbm falei sobre as semelhanças com o jogo, claramente propositais e isso foi bem legal.

  2. Oie Carol =)

    Vou confessar que faz muito tempo, mais muito tempo mesmo que não jogo nada. Nem dominó rs…
    Na agência que trabalhei os meninos viviam falando de jogos, mas não me recordo de ter ouvido algo sobre The Last of Us.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ps: Spoiler rs… o final do livro não foi mal elaborado (me desculpe se dei a entender isso na resenha). O final foi digamos desnecessariamente (ao menos em minha opinião) dramático e traumático para a protagonista. Tipo a coitada já tinha sofrido tanto, para que dar aquele fatality nela do final =( é muito triste.

  3. Oi, Carol. Na real, eu sou completamente leiga a respeito de jogos de console. Aliás, eu sou um lixo, não consigo dominar a técnica de mexer nestes botões, então eu só tenho experiência com resident evil e jogos MOBA. Mesmo assim, gostei muito dos gráficos do jogo, geralmente gosto de jogar algum que tenha um nível mais trabalho de design, por isso amei!
    Beijo! https://leitoraencantada.blogspot.com.br/

  4. Oi, Carol

    Cara, eu não jogo nada desde que meu vício em The Sims passou! Hahahah
    Às vezes quando estou na casa da minha irmã meus sobrinhos colocam uns jogos estranhos no Xbox e pedem pra eu jogar com eles… é o único contato com jogos que tenho atualmente.
    Fico impressionada com a evolução dos gráficos… eu, cria dos anos 80, que joguei muito Atari com aquele joystick em formato fálico, nunca vou deixar de achar essa evolução assustadora! Hahahah

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

    1. Realmente a evolução é assustadora, apesar de só ter tido acesso a jogos de console tipo ano passado, de resto eu só jogava tudo que dava no computador e estudava nossos antigos uahsuahsuhasa

  5. Oi Carol, tudo bem?

    Eu infelizmente não tive a oportunidade de jogar The Last of us, mas, isso não me impediu de assistir ao game play rsrs e que história! Ainda pretendo jogar com toda certeza, antes de sair o 2 de preferência. E com toda certeza concordo com você, e pra ser sincera nem considero eles zoombies, mas uma mutação.

    ps: joga Uncharted, sério é tão bom quanto, e o reboot de Tomb Raider *-*

    bjus
    Amanda Almeida

  6. Olá, Carol.
    Pelas imagens que você colocou na postagem, deu para ver que os cenários são ótimos. Mas não é um jogo que eu jogaria porque primeiro que não gosto muito desse estilo e segundo não sei ler inglês e fico perdida sem saber o que fazer hehe.

    Prefácio

  7. Eu vi o trailer e, nossa, fiquei com medo. Parece ser incrível, uma experiência mesmo. Talvez eu não curtisse tanto a parte da violência explícita e dos sustos, mas a jogabilidade me pareceu ser maravilhosa. Adorei conhecer Carol ~ e adoraria jogar um dia!

  8. Oie Carol, tudo bem?
    Pois se eu amei resenha de game? AMEI! ainda mais se tratando desse hahaha
    Eu sou apaixonada por tudo que ele compõe, história foda, apaixonada pelos gráficos perfeitos. Ai, dá ate vontade de jogar.

    Beijos,
    Paixão Literária

  9. Acredita que estou aprendendo a jogar agora?HAHAHHAHAHAHAHHAAAHHA…Até então nem tinha curiosidade, mas comecei a jogar por causa do meu namorado.
    Esse jogo não faz o meu estilo, mas achei os gráficos lindíssimos!
    Mais uma vez uma resenha incrível!

    Um super beijo
    Livros em Contexto

  10. Oi Carol, tudo bem?
    Esse é um dos jogos favoritos do meu namorado, ele sempre fala muito bem a respeito. Eu não compraria um console pra jogar, mas tenho curiosidade de conhecer mais a respeito! Quem sabe se for lançado pra PC?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

  11. Oláá! Tudo bem?
    As imagens são maravilhosas! E fiquei também muito curiosa com o tanto que falou bem da experiência que teve ao jogar.. me deixou realmente com vontade de jogar! eu gosto muito de ler seus posts de jogos, porque sempre me convence! e olha que eu não sou uma pessoa que gosta de jogos hahah só fiquei intrigada, tentando imaginar o porquê do violão ser desafinado..
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

  12. Uau! Estremeci com esse “modo escuta” do jogo, imagino como deve ser bom de jogar e ao mesmo tempo dar agonia né? Pra salvar a vida dos personagens e etc. Enfim, não conhecia esse jogo e curti. Só tenho o Xbox 360, e os únicos jogos que tenho nele é o Forza Horizon e Just Dance, hahaha! Queria uns gratuitos pra baixar jogar nesse estilo desse The Last of Us.
    Beijos!

  13. Oi Carol!
    Parabéns pela sua aquisição!! Ehhhhhhhh! Bem vinda ao PS4 :D
    Esse também foi o primeiro jogo que joguei no PS4 e para mim sempre será totalmente inesquecível. Impossível vc não ficar aflita quando ouvi ao longe o barulho dos estaladores e mergulhar completamente na história desses dois. Eu gostei mais de jogar com o Joel, mas nesse novo game que estão fazendo já avisaram que vamos controlar a Ellie então fiquei meio na dúvida se ela vai ter tanta força assim. É que nos jogos eu sempre sou aquela que vai pra cima, a não ser q não dá jeito e tenho q bolar estratégias….
    Quantas vezes vc morreu naquela parte em que a Ellie fica de cabeça pra baixo atirando?? Eu morri várias hehehe.
    Podemos combinar de jogar online se quiser, te add como amiga lá na PSN. Eu tô começando também, então não sou lá essas coisas nos multiplayers, mas tem vários jogos onlines bem legais.
    Nossa ficou quase uma carta esse comentário, desculpa, é que jogos me empolgam.
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    1. Kelen! Eu sempre amei consoles e seus jogos, mas nunca tive (o que me deixava depressiva), mas nao me impediu de virar rata dos jogos disponiveis pra pc UKHDKUHDKUDKHSDK Eu não assino a PSN para jogar os jogos que são comprados para serem onlines, só os free to play, mas podemos jogar siiim!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *