power

Eu assisti • Power Rangers

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

Um mês de março lotado de possíveis blockbusters e Power Rangers se concretizou como um. Uma série que tem praticamente 24 anos, pessoas da minha idade e até mais velhas com toda certeza acompanharam boas temporadas dos mais diversos tipos de Power Rangers que existiram, o que dá uma bela abertura para criação de um universo cinemático, uma nova franquia no meio de tantos super-heróis e que também abusa e usa do sentimento de nostalgia daqueles que eram fãs na época e também querendo capturar mais de um público novo.

O objetivo inicial da narrativa do filme é introduzir o público ao mundo dos Power Rangers, dando informações que nunca foram exploradas ou explicadas durante sua enorme franquia de pequenas temporadas. “Viemos do espaço”, pelo que recordo, era a única informação que realmente tínhamos sobre os Power Rangers. Apesar de narrativa introduzir de uma forma jamais explorada o mundo dos guerreiros, temos uma trama simples com uma resolução que é previsível, bom, você está assistindo Power Rangers. Depois de uma bela introdução, conhecemos Jason, Billy, Kimberly, Trini e Zack (que levam os nomes dos primeiros personagens a se tornarem os guerreiros) e partir daí o filme se concentra em aprofundar e tornar a equipe de amigos que acabaram de se conhecer em realmente pessoas próximas, fazendo com que a parte mais legal do filme é observar a química entre os personagens e a evolução dos mesmos para conseguiram completar sua missão. Esse ponto é muito importante nesse tipo de história que praticamente é inexplorado, a química e aprofundamento entre os personagens é necessária e Power Rangers se sobrai nisso, dando um brilho a sua narrativa simples devido a essa sacada.

power3Apresentação dos personagens é feita de forma rápida, mas ao mesmo tempo natural, eles vão aparecendo aos poucos, mesmo que em grupos por estarem no mesmo local ou algo do tipo, claramente vemos a diferença de personalidade entre eles, sendo todas bem demarcada. Os atores, mesmo sendo maioria já da área, estão tendo o primeiro trabalho grande nos cinemas e suas atuações foram todas na medida certa, levando destaque  Dacre (Jason Scott) e RJ Cyler (Billy). Elizabeth Banks é Rita Repulsa, a vilã, que apesar de não ter uma participação inesquecível, fez o papel da vilã de forma coesa e até mesmo divertida, bastante caricata.

Os efeitos especiais do filme são bons, as armaduras se encaixaram muito bem, não só pelo seu design ser algo mais refinado e real, mas por terem ficado boas nos momentos de ação. Zordon, que é um grande painel que mostram o rosto de Bryan Cranston no papel do mestre, é algo um tanto estranho para o que estávamos acostumados, porém sua forma orgânica que é composta por vários cubos funciona em cena. Alpha, que é o robô que ajuda os Rangers, fora adaptado de forma caricata que deixou o personagem mais simpático. Os Zords e o Megazord possuem o CGI na medida certa, não são exagerados diferente dos monstros de Rita que se power4destoam bastante de todo restante.

Quem está esperando algo sombrio ou adulto, melhor nem criar expectativas, pois mantiveram o clima adolescente da série para o filme, temos diversas referências não só em detalhes, mas até mesmo na risada da vilã e a música clássica que fez o cinema vibrar quando fora rapidamente tocada. O filme ainda tenta mencionar alguns assuntos, como bullying e relacionamentos LGBT, já que estão em nossa atualidade, porém não aprofundam. Algumas coisas acontecem rápido demais, mas são detalhes ignoráveis por estarmos entretidos com a equipe.  Power Rangers é um filme que maioria dava nada, mas no fim é surpreendente por tratar de forma coesa esse mundo que está sendo apresentando nos cinemas.

 

power2Nota 8/10

Power Rangers
Lançamento: 23 de março de 2017
Duração: 2h 04min
Direção: Dean Israelite
Elenco: Dacre Montgomery, RJ Cyler, Naomi Scott, Becky G, Ludi Lin, Elizabeth Banks, Bryan Cranston, Bill Hader
Sinopse: A jornada de cinco adolescentes que devem buscar algo extraordinário quando eles tomam consciência que a sua pequena cidade Angel Grove – e o mundo – estão à beira de sofrer um ataque alienígena. Escolhidos pelo destino, eles irão descobrir que são os únicos que poderão salvar o planeta. Mas para isso, eles devem superar seus problemas pessoais e juntarem sua forças como os Power Rangers, antes que seja tarde demais.

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

38 comentários em “Eu assisti • Power Rangers

  1. Oie Carol, tudo bom?
    Confesso que li super por cima com medo de pegar spoiler, com a época de provas ainda não consegui assistir e EU QUERO MUITO! Mas aquele 8/10 ali me deu uma leve decepcionada hahaha’ Estou com aquele medo básico de estar criando expectativas demais.

    Beijos,
    Paixão Literária

  2. acredita que ainda não assisti? eu nunca fui muito fã só gostava de assistir quando era pequena mas pela resenha parece que é muito bom, vi muita gente falando sobre o filme!

  3. Nossa eu era apaixonadíssima quando criança, apesar de continuar a assistir muitas coisas (no geral anime) da época de criança.. os Power ragens não continuaram comigo rs.
    Mas eu super assistiria o filme, por aquela nostalgia como você falou.
    kisses

  4. Oi, Carol. Tudo bem?
    Amei o seu post! Ainda não tinha lido nada sobre o filme e estava com receio de assistir. Mas parece ser muito bom!
    Acho que irei ver com o meu pai para irmos ao cinema ou esperar para assistir em algum outro lugar porque nem sempre tenho a sorte de convencê-lo.
    Beijos,
    Keth.
    Blog: http://www.parbataibooks.blogspot.com.br

  5. Oi, Carol! Eu fiquei muito feliz com o filme do PR, não por mim já que eu não gosto muito mas porque tenho muitos conhecidos que simplesmente amavam o desenho e queriam muito ver a obra representada nas telonas. Espero que o filme esteja realmente bom, como disse, não curto tanto então eu preferi não assistir.
    Beijo! https://leitoraencantada.blogspot.com.br

  6. Ooooi, Carol!!

    Desde pequena eu assisto aos Power Rangers, e sinto saudades hoje deles passando na TV rsrs A novidade do filme me empolgou bastante. Ai menina, e ainda bem que mantiveram o clima adolescente. Não iria gostar se fosse mais dramático, mais adulto, como você falou. Beijos,

    http://www.estranhoscomoeu.com

  7. Carol, eu assistia Power Rangers e tal, mas não era a mais fã, sabe? Adorava a rosa e o vermelho também (se eu não me engano hahaha). Até fiquei com vontade de assistir ao filme (muita gente falando bem também), mas tenho alguns na frente. Acho que quando for para o Now e/ou Netflix, vou me jogar e relembrar a infância/adolescência. ♥

    Beijos, Carol
    http://www.pequenajornalista.com

  8. Gostei que mantiveram o clima adolescente, assim não perde a essência. Até porque a maioria das pessoas que estão indo assistir, são pessoas que já assistiam ao desenho quando passava na TV né? E o legal é que, pelo que parece, levaram para os assuntos mais recentes em que a gente vive. Gostei! Já quero ver.
    Beijos!

  9. Oi, Carol!
    Quero muito assistir porque eu cresci vendo Power Rangers, hahaha.
    Eu e a minha irmã sempre brigávamos para ver quem seria a Ranger Rosa.
    Fico feliz que tenho cumprido seu papel e que seja um bom entretenimento.
    Estou doida para ver a Elizabeth Banks como Rita Repulsa, porque eu sempre acho ela muito maravilhosa.
    Por favor, me fala: Eles dizem “hora de morfar”? Hahaha.

    Beijooos

    http://www.casosacasoselivros.com
    http://www.livrosdateca.com

  10. Olá, Carol.
    Eu achei interessante eles explicarem as coisas, já que não lembro mesmo de ter visto algo do tipo nos episódios. Não tenho interesse em assistir esse filme, porque mesmo assistindo a série sempre, assistia porque era o que tinha não porque gostava hehe.

    Prefácio

  11. Carol, eu NUNCA assisti UM episódio de Power Rangers, acredita? Completamente perdida nesse universo. Hahaha! Por isso não assisti o filme, não tenho memória afetiva. Você acha que rola para alguém que nunca assistiu?

  12. Eu nunca fui fã de Power Rangers na minha infância, mas fui assistir o filme porque o namorado gosta e queria. Gostei bastante, achei que a forma como ligaram toda a história ficou interessante, e as armaduras, bem pensadas.

  13. Olaa! Tudo bem?
    Achei legal que no final você falou que ninguém dava nada pelo filme.. porque era realmente o que acontecia comigo até eu ver o trailer e super me interessar. E depois da sua resenha tenho mais certeza de que quero ver, mesmo toda a vibe adolescente, porque é assim que funciona power rangers mesmo né :)
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

  14. Gostava do seriado na infância mas confesso que fiquei com vontade zero de assistir a este troço hahaha Mesmo gostando muito de coisas nerds. Que bom que o filme foi legal e manteve a atmosfera adolescente, que acho que era muito presente e nostalgica no seriado :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *