wonder-woman-poster-wallpaper

Eu assisti • Mulher Maravilha

Sei que foi quase um mês sem postagens, pelo motivo que voltei a estudar para valer o que mais amo: ilustração e concept art. Quero seguir de vez essa carreira que não é nada fácil. Meu aniversário passou e nem postei minha wishlist, mas estamos todos aqui! E para falar de um filme que deve ser usado de exemplo.

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

ww1Temos duas vertentes nos cinemas quando se trata de heróis: a receita básica da Marvel, literalmente usada em todos os filmes, que está nas telas quase comemorando uma década; Do outro lado temos a DC, tentando iniciar seu universo se permitindo errar (até certo ponto) e sem a proposta de ser um blockbuster, por usar e abusar dos sentimentos e psicológico dos personagens que foram dados à luz por Zack Snyder, o diretor que foi crucifixado por fazer um trabalho inovador, mas não para críticos e o público em geral, porém, acho que a maior diferença entre as empresas é que a DC não tem medo de ousar e errar. Com suas duas últimas experiências; uma é um filme de origem e a outra um filme de dilemas, temos agora um filme de origem que deve ser usado como exemplo agora com a participação de Geoff Johns (Produtor Executivo) no mundo da Warner-DC, parece que teremos ótimo resultados.  Um verdadeiro filme de herói é o que Mulher Maravilha nos proporciona, é a representação do que é ser um super-herói e desde seus primeiros passos como um.

Patty Jenkins, a diretora, teve que ter estômago forte para dirigir um filme tão esperado e cheio de críticas por todo lado sem nem ao menos ele ter estreado, o que a mídia ganha tanto difamando algo que nem  foi terminado? Bom, eles ganharam uma cara quebrada, já que Patty soube comandar Mulher Maravilha da melhor forma possível. O filme tem a dosagem perfeita da inserção da personagem nas telas, sem qualquer tipo da malícia, mas usando a inocência de Diana em relação ao mundo e conseguindo transpassar que apesar de todas as coisas ruins que ela vê, ainda consegue se mostrar um símbolo. Devemos e muito apreciar as cenas de ação do filme, que tiveram coreografias e uma direção de deixar qualquer filme de herói e tantos outros com muita inveja, pois Gal Gadot, Patty e Zack mostraram como é que se luta diversas batalhas. O roteiro que teve a história por Zack Snyder e escrito por Allan Heinberg, possui começo, meio e fim; uma história totalmente fechada e que conclui seu propósito: mostrar quem é Diana Prince e como ela se tornou a Mulher Maravilha. As sutilezas dos diálogos até os mais cheios de tensão, foram todos bem articulados, um alívio cômico possui uma presença leve, mas é tão entre os personagens que nossa risada (fraca) fica para nós mesmos.

ww4A proposta do filme é mostrar a criação de Diana até seu encontro com a guerra no mundo dos homens. Sua necessidade de salvar o mundo se inicia quando ela conhece Steve Trevor, o primeiro homem que ela conhece e que revela para as amazona a situação do mundo. A necessidade de justiça de Diana é muito presente no filme e talvez o ponto mais importante da personagem e como esse seu senso de justiça acaba diversas vezes gerando dúvidas sobre a forma dos homens agirem e entra em conflito até com ela. A guerra é o background do filme na maior parte do tempo e é explorada de forma coerente, da mesma forma que a Ilha Themyscira abre o filme por um bom tempo.

ww2Os personagens são inseridos aos poucos e ao mesmo tempo vários de uma vez, já que é somente aos poucos que vamos os conhecendo mais e também são poucos que recebem ao menos certo aprofundamento, tirando os protagonistas Diana e Steve. Gal Gadot mostra que veio para ser a WW com uma bela atuação em todos os sentidos, conseguiu deixar a personagem inocente por suas novas vivências e ainda transparecer seu poder e fúria em batalha. Chris Prince é Steve Trevor, o soldado carismático e ao mesmo tempo muito esperto em seu serviço e não é para menos, ele e Gal conseguiram ser uma bela dupla em cena. Os outros personagens, apesar de todos muito importantes para trama, temos seus destaques que é a Hipólita, A Rainha Amazona  (Connie Nielsen), sua irmão Antiope (Robin Wright) e o vilão, que prefiro não dizer sobre, apenas que fora bem arquitetada sua entrada e sua participação em uma cena bastante destruidora.

A direção de arte do filme está muito boa, os tons usados em cenas do passado, na guerra e na ilha são bastante harmônicas, mas em sua maior parte ficamos nos tons de cinza com azul, em algumas cenas vemos esse cinza azulado sendo abatido por um laranja, dando um constaste bonito na fotografia.  Os figurinos foram muito bem feitos, a caracterização das amazonas foi inovador e fugindo de apenas ficar nos tecidos brancos gregos, dando um ar muito mais gladiador para elas. A trilha sonora que possui a música tema da heroína criada por Hanz Zimmer, agora é acompanhada pela a OST de Rupert Gregson-Williams que fez um ótimo trabalho. Os efeitos especiais são muito bons, principalmente nas cenas de batalha que existe sequências de ação com os personagens, as jogadas de câmeras e sequências são extremamente frenéticas, além do uso de slow motion em momentos chaves.

O filme teve apenas duas coisas que incomodaram: existe duas cenas que certas coisas não recebem continuidade e como senti falta da questão de usar o emocional e psicológico dos personagens em cena para passar isso ao espectador, usar o emocional para atingir quem está vendo dá uma carga muito maior a cena, porém, é algo que não fora tão bem apreciado anteriormente nos filmes da DC.

Mulher Maravilha é um símbolo. Um filme de super-herói que não é somente sobre seus feitos ou uma guerra universal, mas sobre o crescimento de uma personagem e suas descobertas como heroína. Mulher Maravilha é tudo que um filme de super-herói deveria ser e representar. Um filme que se preocupa com um roteiro completo com uma personagem que consegue demonstrar que não é apenas um ser invencível que traz somente lutas épicas, mas o verdadeiro inicio da representação de uma super-heroína.

Nota 9/10

 

wonder-woman-final-posterWonder Woman
Lançamento: 01 de Junho de 2017
Duração: 2h 21min
Direção: Patty Jenkins
Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Elena Anaya
Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

 

 


ligadajusticao-ljbA Liga da Justiça dos Blogs se reúne pela segunda vez aqui no blog. Um grupo de blogueiros que se representam com algum super herói e devemos inserir a imagem que estampa nosso grupo. Podemos interpretar nosso personagem na resenha ou colocar algum quote do mesmo na postagem. Sou a Ravena. A liga é composta por  LP, Pamela, Clay, Juju, Tami e Ale.

ravenquote

 

 

 

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

50 comentários em “Eu assisti • Mulher Maravilha

  1. Oie Carol =)

    Confesso que até hoje não curtir nenhum dos filmes de heróis da DC, mas desde que vi o trailer da Mulher Maravilha fiquei animada em assistir ao filme. Seus comentários sobre a fotografia e a trilha sonora me animaram mais ainda *-*
    Vou assistir ele na semana que vêm e espero gostar como estou vendo tanta a critica como o publico gostando.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

  2. Oi, Carol!
    Se God quiser, hoje mesmo estou indo assistir esse filme.
    Eu nunca vou aceitar completamente a Gal como WW (ainda falta alguma coisa nela pra me agradar), mas não posso deixar de concordar que ela está realmente incorporando o personagem
    Beijos
    Balaio de Babados

  3. Olá, Carol.
    Sou por fora desse mundo de heróis. Nem sei qual pertence a qual hehe. Acho que nunca li esses quadrinhos. Mas como estou vendo maravilhas sobre esse filme e a proposta me agradou bastante, talvez eu vá assistir.

    Prefácio

  4. Depois do terror de Batman vs Superman estava muito apavorada com o que viria pela frente da DC, mas confesso que estou muito curiosa para assistir. Parece bem interessante, do ponto de vista de uma “história de super heroína” Acho que dessa vez a DC acertou hehehe Adorei a resenha!

    1. Ah poxa. Sempre acertou né? B vs. S foi o tipo de filme mt frente à sua época, mas é muito bom. Principalmente pra que gosta de Injustice e outras HQ

  5. Adoro suas resenhas, são super detalhadas e me instigam a ver os filmes. Eu amo a personagem da Mulher Maravilha, no início quando fiquei sabendo quem era a atriz que ia interpretar eu fiquei com um pé atrás, até porque é uma heroína que marcou minha infância. Ai já sabe né, as expectativas ficam lá no alto. Eu preciso muito ver este filme <3
    Charme-se

  6. Oi Carol, tudo bem?
    Você disse bem: a MM é um símbolo. E justamente por isso eu aguardava tanto esse filme!
    Ela representa o girl power de uma forma que poucas heroínas conseguem.
    Estou muito feliz com todos esses comentários positivos sobre o filme. Vou conferi-lo hoje à tarde! <3
    Sobre o ator que faz o Trevor: acho ele A CARA do Damien Darkh (do universo Arrow e Legends of Tomorrow HAHA)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

  7. Oi, Carol

    Excelente crítica! Ainda não pude ver, mas só estou escutando e lendo comentários maravilhosos a respeito!
    Eu não sabia que o filme tinha sido dirigido por uma mulher. Cara, isso é tão legal!
    E realmente, como as pessoas falavam mal do filme sem ao menos vê-lo? Todo mundo reclamando da Gal e o que mais tem por aí agora é gente venerando a mulher! O povo tem que deixar de ser mimizento…
    Vou assistir no próximo final de semana! \õ/

    Beijos
    – Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

  8. Oooii!

    Parecia que estava lendo uma crítica de cinema de alguém experiente já, daquele pessoal famoso hahah Parabéns pelos detalhes! Gostei de saber esses pontos que abordou sobre o filme. Não estou assim tããõ doida/ansiosa como estou vendo aí uma galera. Mas quero conferir o filme <3 Não dispenso filmes com heróis hahahah Ainda mais com empoderamento feminino (não exagerado e estereotipado) :P Beijos,

    http://www.estranhoscomoeu.com

  9. Oi CArol, tudo bem?
    Senti muita falta das suas postagens, mas te entendo. Espero que em junho você consiga vir algumas vezes por aqui.
    Eu estou louca pra assistir mulher maravilha, pois já fiquei empolgada com a participação dela em BxS, e como so leio e assisto elogios quanto ao filmes minha animação e expectativa só aumentam.
    Abraços,
    Amanda Almeida

  10. Oláá! tudo bem?
    Estou loucaa de ansiedade para ver esse filme!! amei a sua resenha e me deixou ainda mais animada em ver tanta coisa positiva.. direção e atuações ótimas!! uma história interessante e que retrata bem uma das heroínas preferidas da vida!! tipo representação feminina nas telas, né? é o que andei lendo em outras resenhas!
    mas ó, bons estudos para você!! fica tranquila que sinto falto, mas virei sempre ver coisa nova quanto tiver! ^^
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

  11. Que resenha maravilhosa!!! Conto nos dedos de uma mão os filmes de herois que eu curto, mas me apaixonei por esse trailer e quero ver o filme o mais rápido possível! Eu acho incrível demais quando uma equipe cinematográfica trabalha tanto é tão bem pra quebrar críticas e paradigmas e fazem um filme melhor do que o esperado. Ansiosíssima pra assistir!!!

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

  12. Eu estou in love com esse lançamento. Adoro a ideia de existir uma heroína que não deixa a desejar para nem herói.
    Estou louca para ver esse filme e sua resenha só aumentou ainda mais meu desejo de assisti-lo.

    Um super beijo

  13. Eu assisti também e AMEI! O filme tá muito bom! Todos os efeitos, todo aquele ar de super herói real. Gostei que mostrou a origem dela sem ser rápido, foi na medida certa, sem enrolação e sem deixar tedioso. E a Gal Gadot tá linda mesmo no papel, babei na beleza dessa mulher, hahaha! E o Chris Prince, como sempre, me encanta, hahaha! Adorei demais e quero assistir de novo!
    Beijos!

  14. Carolzitcha minha querida
    EU AMEI sua postagem <3
    Essa questão de continuidade é depois do filme? porque não explica por que ela ficou fora tanto tempo desde ap rimeira guerra??
    amei o filme! Achei tão capitão américa um <3 rsrsrs tem vários pontos em comuns, claro que são diferentes, mas tava sentindo falta de um filme de super herói que fizesse eu mergulhar na história e não ver as duas horas de filme passarem voando e ela cumpriu bem essa ideia
    Curti bastante!!!!
    E amei seu review, é claro <3
    beijocas
    pâm – http://www.interruptedreamer.com

  15. Oi Carol!
    Eu sou uma das que ficou com saudade das suas postagens ^^
    Ficou feliz de falar de um filme que vi faz poucos dias. Como vc descreveu, com certeza ele é o melhor filme da DC até o momento, mas creio que a DC provou agora que podem fazer filmes cada vez melhores. Gal Gadot conseguiu me conquistar como a Mulher maravilha totalmente, se mostrando forte e insegura em várias partes. Fiquei pensando se conseguia encontrar algum defeito no filme e a única coisa que consegui pensar foi que não mostraram o enterro daquela parente que morreu no inicio… sei que vc sabe de quem estou falando rsrsrs.
    Sério, creio que essa tem sido uma falha pq passamos de uma cena totalmente emotiva para um interrogatório como se outras coisas não devessem ser feitas… Amei cada poder que revelaram no filme da Mulher Maravilha, mas a verdade é que estou doida para ver o avião invisível dela kkkkkkkkkk
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

  16. A primeira coisa que eu sinto que precisa ser frisada Carolis. O humor não TEM NADA a ver com a Marvel, pelo simples fato de que a Marvel coloca piadas quase como interrupção de coito. Vc entra num clima e BUM piada pra te cortar.
    Depois, eu senti alguns furinhos na continuidade do roteiro, mas nada que impedisse o funcionamento da trama, mas da pra ver como esse filme foi orquestrado de uma forma diferente, meio que pra brincar com o emocional da galera, meio que pra dar um up no que os herois da DC representam, meio que o que o Johns ta buscando fazer em Rebirth.
    Eu achei uma obra, adorei mesmo.
    Terceiro ponto, teu poster ainda ta aqui em casa…
    bjos

  17. Carol, eu gostei DEMAIS de Mulher Maravilha!
    Eu ainda não consegui superar a lindeza que foi, a representatividade que foi.
    Gal Gadot foi um tapa na cara de todos que foram contra ela, né?
    E você tem toda razão, Chris Pine É Steve Trevor (e eu sempre tive muita paixonite por ele).
    A inocência dela, as paixões, as cores, o roteiro, o alívio cômico que não força a barra…
    Sério, eu amei!
    Hoje lá no blog tem até uma postagem sobre como crianças de um jardim de infância reagiram ao filme. É lindo!

    Beijoooos

    http://www.casosacasoselivros.com
    http://www.livrosdateca.com

  18. OOOOOOOI

    eu assisti e fui totalmente sem expectativas. Acabei gostando, principalmente pelo fato de não sexualizarem a mulher maravilha, o que já foi uma vitória, cara.
    Ela tem uma personalidade inspiradora, embora a ingenuidade , por vezes, acabou me irritando um pouco :(

    beijo
    http://www.beinghellz.com.br

  19. Sobre a Marvel: concordo que eles estão usando a mesma receita de bolo, desde Os Vingadores, porque aparentemente funcionava, mas precisam mudar um pouco o procedimento, ao invés de ficarem apenas compensando em efeitos especiais bonitos. Sobre WW: amei o filme, do início ao fim, pois souberam dar profundidade à personagem, não apenas correram com a história pra apresentar as cenas de ação, achei incrível.

    Ninho de Corvo

    Brazzangs BR

  20. Fui junto com a minha mãe e minha irmã assistir a esse filme e nós amamos!! Foi muito bom ver uma heroínA nas telinhas, fiquei muito contente. Fora que esse filme é um tanto empoderador.
    Um ótimo fim de semana para você, bjsssss.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *