aaaaaaaa

Eu assisti • Logan

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

O que dizer? Acho que devo iniciar a resenha frisando o meu jeito que vocês conhecem muito bem: não puxo sardinha para nenhuma produtora e se é para falar que existem erros ou que é para elogiar até cansar, eu digo para vocês. Toda sinceridade sempre está exposta em minhas resenhas e apesar de Logan ser um “marco do diferente” nas histórias da Marvel ─ frisar o selo , devemos primeiramente agradecer a DC Comics que mostra desde sua trilogia do Batman de Nolan, que super-heróis são dessa forma: paranoicos, tristes, em conflito com eles mesmos o tempo todo e por aí vai com muita profundidade, e nada de positivo como mostras as piadas infantis que andamos vendo nos últimos filmes do selo.

Logan é uma delicada e clara despedida de Hugh Jackman no papel do mutante há 17 anos, o mesmo anunciou que não voltaria mais. Logan pode ser considerado um marco no gênero das adaptações dos quadrinhos para o cinema por não ser simplesmente um filme de muita pancadaria superficial e uma trama com um vilão fraco, mas é um filme que é praticamente um road movie que faz muito o uso do sentimento ─ e sem dó de mostrar a violência nua e crua, quase um velho oeste como ele mesmo se refere dentro do próprio filme, ou seja, muito violência mesmo. Não é um filme de herói, é um filme sobre um homem e as consequências da vida e as todos que estão a sua volta.

logan5O filme se passa em 2029 e Logan está ganhando a vida como chofer de uma limousine para sustentar sua vida e de um fraco professor. Procurado por uma enfermeira, a vida bastante esgotada de Logan torna-se uma corrida para ajudar a pequena Laura.  Antes que perguntem sobre a linha do tempo tão confusa quanto o resto dos filmes da Marvel e Fox com sua série do X-Men, devemos bater palmas para Fox e o diretor James Mangold que parece que teve toda autonomia que queria para dirigir esse filme. A narrativa é basada na pequena série de HQs chamada “Velho Logan”, não seguindo a história a risca ou algo do gênero, mas sim transpassando a essência de um velho Logan. Por possui uma linha do tempo tão confusa devido aos direitos comerciais dos personagens, James, que também é o roteirista desse filme teve que ter a habilidade dar sentido a ele ─ apesar do quão bonito possa ser, com buracos de roteiro enormes devido falta de explicações que nem diálogos mais profundos pode fazer com que eles sejam esquecidos ─ logo temos um filme de despedida que nos dá uma nova Wolverine, a personagem X-23. O filme prioriza a ação bruta e explorar os sentimentos dos personagens na situação que estão vivendo, vemos um clima muito semelhante ao jogo The Last of Us ─ tanto visualmente, como também a trilha sonora.

logan4

Hugh Jackman interpreta Wolverine de forma que conseguiu mostrar todo seu cansaço e esgotamento emocional perante todos os anos que se passou, um lutador debilitado e que não quer ser ajudado, mas faz uma ótima dupla com um Charles Xavier (Patrick Stewart) que está doente, mas não perde o humor e sua seriedade perante tudo que eles estão passando na narrativa, ele mostra que pode estar velho, mas ainda sabe o que está falando apesar de alguns problemas nessa parte. Dafne Keen, nossa X-23, pode ter poucas falas, mas suas expressões são tudo que precisamos e isso é ótimo, toda sua hostilidade e teimosia é passada com um olhar. Sua personagem foi melhor introduzida e tem muito mais passado e explicações do que o próprio Wolverine em seus filmes. O mercenário Donald Pierce faz seu trabalho: é um mercenário e esse é seu papel, apesar de boa atuação de Boyd Holbrook sendo vilão um pouco debochado. Dr. Rice (Richard E. Grant) e Caliban (Stephen Merchant) foram personagens que tiveram suas participações muito rasas devido aos diálogos que apenas são sugestivos sobre as situações e muitas vezes deixando mais perguntas para os espectadores, papeis que era muito importantes para certas dúvidas serem respondidas, mas que no fim apenas foram personagens bem interpretados.

A fotografia do filme é muito bonita, tons terrosos são muito presentes e a iluminação do filme é muito bem trabalhada em cenas externas, como falei lembra muito o jogo The Last of Us ─ impossível não comparar se você o conhece. A trilha sonora é sucinta, até mesmo disfarçada, mas demonstra um cansaço e certa pressa nas poucas vezes que fora utilizada. Efeitos especiais  é praticamente mínimo nesse filme, mas bastante usado nas ações da X-23 e nos efeitos pirotécnicos.

Logan, é um road movie que não tem tanta história, principalmente que dentro do próprio filme existem muitas perguntas sem respostas ou elas foram dadas de forma rasa e sutil, mas é uma despedida cheia de simbolismos e com o uso de muitos sentimentos em cena que encerra bem o papel de Hugh Jackman na pele do mutante. Espero que Logan comece uma nova era nos filmes de heróis, já que é sempre bom ver personagens muito bem introduzidos e tudo feito no clima certo.

Nota 8/10


logan2Logan

Lançamento: 2 de março de 2017
Duração: 2h 17min
Direção: James Mangold
Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Dafne Keen, Elizabeth Rodriguez, Boyd Holbrook, Richard E. Grant, Stephen Merchant.
Sinopse: Em 2029, Logan ganha a vida como chofer de limousine para cuidar do nonagenário Charles Xavier. Debilitado fisicamente e esgotado emocionalmente, ele é procurado por Gabriela , uma mexicana que precisa da ajuda do ex-X-Men para defender a pequena Laura Kinney / X-23. Ao mesmo tempo em que se recusa a voltar à ativa, Logan é perseguido pelo mercenário Donald Pierce , interessado na menina.

 


ligadajusticao-ljbA Liga da Justiça dos Blogs se reúne pela segunda vez aqui no blog. Um grupo de blogueiros que se representam com algum super herói e devemos inserir a imagem que estampa nosso grupo. Podemos interpretar nosso personagem na resenha ou colocar algum quote do mesmo na postagem. Sou a Ravena. A liga é composta por  LP, Pamela, Clay, Juju, Tami e Ale.

 

 

ravenquote
 

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

24 comentários em “Eu assisti • Logan

  1. Oie Carol, tudo bom?
    Estou louca pra assistir Logan. E você foi a única que conseguiu escrever sem acabar com toda a história. Fiquei com mais vontade de assistir, mesmo sabendo o que acontece. Ótima dica e ótima resenha.

    Beijao,
    paixaoliteraria.com

  2. Olá, Carol.
    Adoro ler suas criticas, sempre tão imparciais. Eu gosto muito do Wolverine por isso vou querer assistir. E achei interessante eles terem mudado a forma dos filmes, tomara que continue assim.

    Prefácio

  3. Primeiro obrigada pelos elogios, gostei do ‘beleza meio vintage’ <3
    Você vai vir pra Curitiba? Poxa, vamos combinar de nos encontrar! Seria legal :D

    Sobre seu post, tá todo mundo falando de Logan né? Ainda não fui ver.
    "Não é um filme de herói, é um filme sobre um homem e as consequências da vida e as todos que estão a sua volta." Só por esse trecho até me deu vontade de ir ver, eu não sou fã de filmes de heróis etc… Achei interessante!!

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

  4. Eu tenho testado uma nova estratégia para lançamentos: evitar trailers para não criar expectativa. No entanto, com tanta gente falando de Logan, isso falhou e eu fiquei com altas expectativas quanto ao filme. Com a sua resenha, no entanto, dei uma desanimada, pois fugiu daquilo que eu imaginava.
    Acredito que a questão da despedida do Hugh Jackman do papel deve ser um fator emocional forte, principalmente para os grandes fãs do personagem. Eu, como fã do Wolverine e do Hugh, confesso estar com o coraçãozinho um tanto espremido de não ver o ator nesse papel futuramente.
    Por fim, só posso dizer que enquanto eu não assistir, não vou sanar minhas incansáveis dúvidas.

    Beijos

  5. Oi Carol, tudo bem?
    Eu quero muito assistir a esse filme, mas principalmente por ser o ultimo com o Hugh no papel. e acho que foi uma evolução mostrar esse lado mais “negro” nos filmes de super herói, porque se analisarmos de fato, não há nada de muito colorido no contexto deles.
    Essas referências a The Last of Us me deixaram curiosa, pois esse é um jogo maravilhoso.
    Abraços,
    Amanda Almeida

  6. Oii! Aprendi a gostar de filmes de heróis com meu ex namorado, desde então fiquei viciadinha e simplesmente amo o Wolverine.
    Só fiquei sabendo dessa estreia há pouco tempo e achei estranho porque no trailer não parece o Hugh, rs. Vi em uma outra crítica o mesmo que você disse, sobre ser a despedida dele, mas entendi que ele já tinha se despedido porque está MUITO diferente em Logan.
    Quero assistir!

    Duas Leitoras – no Top Comentarista de Março você pode escolher entre 4 livros!

  7. Minha melhor amiga falou muito bem desse filme e fiquei me perguntando, enquanto lia sua resenha, se eu conseguiria compreender a história perfeitamente mesmo sem ter visto nenhum filme ou lido qualquer quadrinho sobre ele.
    Gostei bastante do que falou sobre a fotografia e sobre isso de ser uma novidade para os filmes de heróis. Apesar de nunca ter assistido nada sobre esse assunto (não sei bem o porquê, mas heróis não me impressionam), o filme pareceu muito interessante do ponto de vista visual, sabe?
    Você sabe por qual razão o Hugh não vai mais fazer o Wolverine? Fiquei curiosa aqui também.

    Beijos,
    Bi.

    http://www.naogostodeunicornios.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *