bela

Eu assisti • A Bela e a Fera

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

Como não ganhar dinheiro? Com certeza é deixando de fazer live action de qualquer animação ou de algum tipo de publicação impressa (não esquecendo dos remakes que surgem a cada semana), mas é claro, usando personagens que são completamente vendáveis, só de existir a ideia deles serem adaptados já se ganha dinheiro e isso é algo que está fazendo com os roteiros originais estejam durando menos nos cinemas. Como competir com uma produção que tem promessas de uma bilheteria gorda que usa a nostalgia e o marketing de vender princesas, guerreiros e heróis no meio de tantos horários? Não tem. A indústria cinematográfica virou apenas uma bilheteria gorda de histórias que já conhecemos e que funciona muito bem para os estúdios, e A Bela e a Fera é a prova disso.

bela4A narrativa, todos nós conhecemos é bem adaptada, com direito a algumas cenas extras do conto clássico, tendo até mesmo uma música “nova” inserida. A produção consegue adaptar muito bem a animação disney para o cinema, com erros ficando mais por parte da direção de arte. O elenco se saiu bem, principalmente nas dublagens dos personagens que apesar de serem fictícios, conseguem ter tanto destaque quanto o Gaston de Luke Evans, que de longe é a melhor interpretação.  Não tem muito como errar na Fera, é um personagem em 3D sendo controlado por uma equipe de profissionais, tirando o fato que as feições do personagem deixam um tanto a desejar. Emma Watson como Bela foi um belo jogo de marketing, pois como personagem faltou bastante interpretação, não fora convincente, principalmente por maior parte do filme estar sempre com a mesma expressão, ela atuou a si mesma até metade do no filme, depois ficando mais natural, mais Bela. LeFou, interpretado por Josh Gad, é uma surpresa, um personagem que é um tanto asqueroso na animação, torna-se bastante simpático e divertido.

bela5A direção de arte incomoda, não em uma coisa ou outra, mas no geral. O filme é muito bonito, mas peca em coisas que não deveria, como no figurino que se perde em uma França na época da moda que Maria Antonieta estava viva, no castelo e nos objetos abusando do estilo rococó num nível que já se misturava com Art Noveau que só apareceu um século depois. O figurino de Emma Watson no início do filme parecia qualquer coisa, menos a roupa de uma camponesa daquela época, ela realmente era um diferencial no meio da moda de sua vila, o destaque do figurino bem ambientado vai para os moradores e trabalhadores do castelo que representam bem aquela época. Os personagens/objetos são um destaque no meio de tanta computação gráfica, possuem uma caracterização muito boa (apesar de alguns se confundirem com tanto rococó) e interagem bem com o meio, diferente da Fera que às vezes ficava muito destoante de todo cenário, sendo um personagem de CGI não muito convincente. Em não convencer, são as telas verdes do filme, que em alguns cenários ficam extremamente na cara por embaçarem o fundo e não arrumarem a iluminação, erros que dá para reparar bem. Mas temos trilha sonora que já é boa na animação e conseguem deixar ainda melhor. Fico imaginando o quão deplorável a fotografia pode ficar no 3D, logo no 2D sendo de cores vibrantes e sem dificuldades.

O live action de A Bela e a Fera é um bom filme, uma adaptação que consegue puxar bem a nostalgia da animação da versão Disney, que possui detalhes da versão em live action Francesa que tenta seguir mais o conto original, detalhes que gostei de ver nessa versão Hollywoodiana, até mesmo a direção de arte fora inspiração (apesar de erros) no fim funcionando bem nas telas e alcançando seu objetivo: nostalgia, toda a essência da animação e muita bilheteria fácil.

bela2

Nota 7,5/10

The Beauty and Beast
Lançamento: 16 de março de 2017
Duração: 2h 09min
Direção: Bill Condon
Elenco: Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Kevin Kline, Josh Gad, Ewan McGregor, Emma Thompson, Ian McKellen
Sinopse: Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

28 comentários em “Eu assisti • A Bela e a Fera

  1. Com certeza! A produção cinematográfica está investindo mais nesses filmes, mas a maioria eu adoro. Não vejo como uma coisa ruim, sabe? Mas entendo o seu ponto de vista. =) Enfim, assisti ao filme e amei tudo. E concordo! LeFou ganhou totalmente destaque nessa versão. Arrasou muito, né? E a Emma é a Bela total. ♥ Enfim, um dos meus filmes preferidos desse ano. Me deixou totalmente com saudade da época em que eu era criança.

    Beijos, Carol
    http://www.pequenajornalista.com

  2. Oláá! Tudo bem?
    Eu assisti o filme e amei! Acho que eles têm mesmo que continuar fazendo esse tipo de coisa porque dá muito dinheiro mesmo e sempre terão um público enormeee (euzinha incluída hehe)
    Concordo em alguns pontos com você mesmo! Gaston é o melhor!! A fera é o que devia ser mesmo.. Le Fou é fofo, só não foi uma surpresa para mim porque já tinha visto muita gente falando na internet.. A Bela eu achei perfeita, só que mais porque a Emma é simplesmente ela! E talvez por isso, achei que estava vendo harry potter novamente em alguns momentos… Mas, eu amei e já assisti duas vezes na mesma semana!! hahah
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

  3. Oie Carol, tudo bom?
    AAAAA! Confesso que já li milhares de posts relacionados a bela e a fera, e adivinha só?
    AMO TODOS! Cada vez que entro em um blog e tem algo sobre o filme já tenho que deixar meu amor aqui. Que filme maravilhoso *-* fazia muito tempo que eu não tinha o privilegio de assistir algo tão fiel e grandioso. Fiquei apaixonada demais,

    Beijos,
    Paixão Literária

  4. Apesar de só ter lido coisas negativas antes de assistir, eu gostei bastante. Não teve nenhum problema que afetasse aquela coisa de quando o filme ”conversa com a gente” e encanta. Eu gostei muito da cena onde a bela tenta ensinar a menininha a ler e é vista como um problema, pois aquilo é absurdo pra aquele povo. A gente sabe que uma mulher tentando ter conhecimento já foi realmente considerado absurdo e as pessoas tentavam boicotar, como tudo que é novo ou desconhecido. Acho válido recontar essas histórias, pra que novas gerações vejam essas situações em forma de personagens e narrativas, que o meu ver é uma das melhores maneiras de aprender lições de vida.

    1. Acho válido esse tipo de remake não pode cortar espaço de roteiros originais que contam história tão importantes quanto, mas como se trata da Disney, eles não tem interesse de contar histórias novas, esse é o problema. Mas a adaptação é boa, tirando os erros de direção de arte (como falei na resenha)

  5. Oi, Carol!
    Eu gosto tanto desse conto que pra mim ficou tudo perfeito haahhahaha
    Também fiquei super de cara o quanto o Luke ficou parecido com o Gaston.
    De início, a Fera realmente parece um troço coordenado por computador, mas durante o filme fui percebendo alguns trejeitos do Dan, principalmente na hora de falar.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de Historiar

  6. Olá, Carol.
    Gosto muito de ler sua opinião sobre os filmes, porque você consegue falar os defeitos também, diferente de todas as resenhas que li até agora hehe. Eu não tinha pensado ainda por esse lado, mas é bem verdade mesmo. É só ver o tanto de adaptações de livros que tem também. Cade as histórias inéditas hehe.

    Prefácio

  7. Olá, Carol! Tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de assistir “A Bela e a Fera”, mas pretendo mudar isso brevemente. Gostei bastante do seu ponto de vista, seja as menções de coisas que não curtiu muito e as que gostou.

    Enfim, eu espero gostar. Já espero que não seja uma obra excelente, mas mesmo assim acho que será bacana reviver esse conto muito bonito numa versão live-action.

    Até mais.

  8. Oi Carol, eu não assisti o filme e nem pretendo. Não é muito a minha praia. Eu leio “computação gráfica” e “tela verde” e já me dá uma preguiça infinita… É a primeira resenha que eu leio do filme com críticas ~ parece que todo mundo acho o filme lindo e só… :/

    Beijo, beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *