Thomas (7)

A arte de ser cosplayer

Posso falar facilmente para você e na real já mostrei até como eu sou apaixonada pelo mundo dos cosplays só pela quantidade de fotos que eu gosto de tirar dessas pessoas incríveis que deixam os eventos mais vivos e divertidos. Muitas vezes eu penso: O que seriam dos eventos sem os cosplayers? Acho que praticamente quase nada e mesmo assim, aqui no Brasil, eles estão aprendendo a serem valorizados pelas organizadores e pelo público que algumas vezes os desrespeitam.

Talvez o mais triste é que as pessoas não lembram que cosplayer são pessoas também. Sabe gente, eu fico extremamente triste quando vejo comentários maldosos na internet por pessoas que não sabem valorizar o trabalho dessa galera que praticamente faze costume design sem dinheiro de  estúdio de cinema haha. É um trabalho tão cansativo e artesanal, para resultados incríveis que traz o personagem a vida real.  Btw, talvez eu faço mais postagens dessa de hoje, pelo fato que amo demais essa galera e o trabalho que eles fazem. Neste primeiro post, convidei meu amigo Thomas, que além de ser um amor, é um dos cosplayers que mais combinou com certos personagens de mangás que amo (Vampire Knight e Code Geass). Acredito que as palavras de Thomas, são uma introdução dessa arte de uma forma agradável, em que eu, com apenas um cosplay, não saberia dizer, apesar que só de estar em eventos e só de acompanhar esses cosplayers, já fiz muitas amizades.


Texto por Thomas

Thomas (0)E aí povo Espilitríssimo! Sou o Thomas Gonçalves tenho 25 anos , trabalho com vendas Online. Faço cosplay há 5 anos, apesar de estar coma minha fanpage com poucos meses, então já vi bastante coisa e pude acompanhar de perto esse mundo tão polêmico pra quem não conhece.

Eu gosto muito de falar quando me perguntam sobre o que significa cosplay pra mim e que foi  ele me abriu as portas pro mundo social! Eu era uma pessoa muito fechada e com uma estima horrível, 5 anos atrás era muito fechado e não sabia conversar direito. Qualquer argumento que você usasse para gostar de jogos/animes/séries/mangás, qualquer coisa do mundo geek, o pessoal olhava torto, te chamava de infantil e coisas do gênero. Fazer um cosplay então era bizarrice! Quando eu fui a um evento e comecei a conhecer pessoas com o mesmo gosto que o meu, com ideias parecidas e na mesma faixa etária, vi os eventos com outros olhos.

Os eventos sempre tem o que há de melhor e mais recente, no fim ficava tirando foto dos cosplayers que eu achava o máximo se caracterizarem por amor a um personagem, mas nunca passou pela cabeça de fazer um. Até que, o dia chegou e eu vi Code Geass! E simplesmente amei de todas as formas o anime, quando minhas amigas viram meu gosto, tiveram a ideia de fazer um grupo! Quando eu vesti o cosplay e pisei no evento,  vi as pessoas olhando para mim, pedindo foto, conversando, cutucando amigo e pedindo para apontar, eu fiquei  perdido! Achava que estavam me zoando ou eu estava com algo de errado, mas a verdade é que estavam admirando e queria, me conhecer, tirar foto, chegavam com ideias novas. Foi aí que eu percebi que não tinha forma melhor e mais fácil de conhecer novas pessoas! Peguei um pouco mais de estima e fiz muitos amigos que até hoje falo com eles e considero irmãos(ãs) e faço cosplay até hoje.

Fui conhecendo pessoas incríveis de vários lugares.Visitei muitos outros por causa de cosplay, então isso me ajudou muito a encontrar meu espaço na vida, saber que não era um zero à esquerda com gosto esquisito. De repente as pessoas começaram a me chamar pelo nome, minhas fotos começaram a aparecer em blogs e sites, ganhei até presente de admiradores.  E hoje aqui estou eu, feliz demais pela admiração que recebo das pessoas, e tentando passar o lado bom do mundo cosplay.

Thomas (9)O mundo cosplay não se resume a vestir uma roupa estranha, peruca, lente, arma e ir pra um evento, muito pelo contrário, várias pessoas trabalham em torno disso: costureiras, cosmakers, lojinhas virtuais de lentes/perucas a pronta entrega (sério, em épocas horríveis do dólar como hoje, isso salva demais) plushmakers e até estilizadores de perucas que são conhecidos ganham uma grana boa e vivem abarrotados de serviço e obviamente, a grande maioria é cosplayer também. Então você para e vê a quantidade de cosplayers que tem por aí e imagina quantas pessoas foram necessárias para aquele cosplay estar ali completo na sua frente. Fora os campeonatos que dão viagens como prêmio, os que fazem a gente viajar para outros estados e até países, prêmios e reconhecimento pelos cosplay que você elaborou, tudo está num nível muito alto hoje em dia, as empresas grandes quando veem que você fez um trabalho bem feito, acabam até te chamando pra ser uma figura pública deles, fazendo alguns até serem celebridades.

O mundo cosplay cresceu demais nos últimos anos e ganhou muito espaço, antes sequer tinha um lugar pra se trocar no evento, o pessoal se alojava no banheiro (que as vezes era nojento) e se trocava lá mesmo. Hoje em dia tem 2 níveis de vestiários cosplays:  para os convidados do evento e para o publico aberto, então a diferença é enorme. Está muito mais fácil encontrar os materiais, tem muito mais tutorial na internet e aos poucos as pessoas de fora aderiram também a ideia do cosplay como um hobbie saudável e seguro, bem mais que por exemplo ir num estádio ver um jogo de futebol ou baladas noturnas.  Famílias inteiras vão em um evento e algumas até de cosplay, fora os casais que fazem suas duplas, amigos distantes que combinam tudo e se acham lá. Então, os eventos estão se tornando um ambiente agradável pra tudo e todos. Óbvio que sempre vai ter o pai e a mãe que não gosta e acha que é um bando de louco num carnaval infantil ou até mais veículos da mídia que nos taxam de problemáticos.  O mundo só tem que aprender a se acostumar com as diferenças, aprender a criticar sem ofender e a receber/aprender com as críticas.

Faço meus cosplays e vou continuar fazendo por muito tempo, pois é a minha fonte de amigos e encontros, agradeço muito a todos por onde estou e por estar aqui hoje e apoio totalmente uma pessoa que queira fazer um cosplay, sempre incentivo de todas as formas possíveis por que o retorno é enorme e vem de várias formas. Se a pessoa é uma ignorante que tá fazendo força pra encher seu saco, ignora. Afinal, que diferença vai fazer um ignorante na sua vida se há várias pessoas para reconhecerem seu trabalho?

E é isso. Valeu Carol por me dar a oportunidade de falar um pouco sobre mim e o que acho do tema Cosplay. Espero que vocês entendam e VAMOS FAZER COSPLAY! /o/

 

Clique para aumentar.

Carol

Designer, character designer, costume designer, ama comida, taurina, gamer, cinéfila, bookaholic, chata.

Comente com Facebook!

18 comentários em “A arte de ser cosplayer

  1. Eu sempre gostei muito de cosplay também e cheguei a fazer uns mais básicos, mas não aprofundei nisso por falta de dinheiro e vergonha hahahaha Não sou muito boa em encarnar o personagem e tals rs Acho que eu não tive muito problema com preconceito das pessoas, apesar de morar em uma cidade pequena, porque tive um grupo de amigos que gostava da mesma coisa e também fazia cosplay, faziam mais do que eu até. Acho que tive sorte por não ter que enfrentar nada sozinha rs Mas concordo que a alguns anos atrás o povo era muito ignorante em relação a isso. Ainda são, mas graças a popularização do universo nerd e otaku isso melhorou muito. Mas precisa melhorar mais para não acontecer certos abusos que vemos por aí. Eu acho o tirar sarro péssimo, mas abusar dos cosplayers, principalmente as mulheres, eu acho pior ainda, pois invade o espaço da pessoa, né? Bem, bora continuar a luta para melhorar isso né? rs
    A propósito, amei o cosplay do Sebastian ♥
    Beijos! =**

  2. Cosplay é uma arte tão incrível que não sei como pessoal ainda acha que é coisa de criança. Tem tanto esforço e dedicação envolvidos na hora de criar uma fantasia e encarnar o personagem, acho lindo. Sempre tive vontade de me vestir como um dos meus personagens favoritos, mas por falta de tempo e paciência (confesso) adiava e acabei que até hoje nunca fiz nada, haha. Mesmo assim não canso de admirar esse pessoal que se dedica, cria e costura visuais inteiros, é muito lindo de ver. <3

    Thomas, seu trabalho é incrível, parabéns!!

  3. Concordo com você Carol, um evento, como por exemplo a Comic Con, sem cosplayers, não seria a mesma coisa.
    Sou louco para fazer um, mas infelizmente a demanda de capital é muito grande para fazer algo bem feito, além de que, é necessário ter um bom tempo para planejar tudo, desde roupa e maquiagem à atuação e performance, pois como o próprio Thomas afirmou, não é só se vestir de um personagem, há muitas outras coisas envolvidas.
    Abraços e que a Força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

  4. Pra mim isso é profissão, sério!
    É um mega trabalho… Meu namorado já foi um cosplayer e o trabalho que tinha desde a produção da roupa, maquiagem, e personificação.. MUITA COISA

    Admiro e muito quem faz, porque eles realmente deixar os eventos mais alegres

  5. Oie Carol =)

    Tem alguns Cosplayer que são perfeitos demais! Quando eu vou nesses eventos fico babando e alguns que vejo.
    Se eu fosse mais nova e um pouco menos tímida, faria cosplayer da Sakura Cardptors, os figurinos dela são lindos. Mas… sou envergonha demais para essas coisas, então só fico admirando o trabalhos dos outros rs…

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  6. Carol e Thomas, parabéns pelo post como um todo!

    Achei super legal ler sobre a experiência de cosplayer de Thomas e ver como algo bem feito vai ser sempre incrível, né? Quando eu era criança, eu queria muuuuito fazer cosplay de Kagome, de Inuyasha, mas nunca encontrei quem fizesse a roupa perfeitamente e talvez eu seja morena demais pra ser Kagome, chati :(

    blogdeclara.com

  7. Oi Carol,
    Eu acho lindo e imagino o trabalho que dá. Mas o resultado a maioria das vezes, que vejo, é fantástico.
    Tudo que envolve criatividade deve ser valorizado.

    P.S.: Eu lembro do seu blog do Blogger sim hahaha eu adorava seus comentários sobre filmes e continuo gostando ;) Mas, também adorei as mudanças que você fez aqui e o novo conteúdo.
    Obrigada pelos parabéns ao blog.

    tenha um lindo domingo. =D
    Nana – Obsession Valley

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *