neuromancer

Eu li • Neuromancer

01_neuromancerWilliam Gibson
Editora Aleph
416  Páginas
Ano 2014
Edição Especial de 30 anos.

Sinopse
A história é ambientada em um futuro em que os humanos se interconectam pela matrix: uma alucinação coletiva virtual, por onde todos se conectam para saber tudo sobre tudo. Case, um cowboy (atualmente ele seria um hacker), porém, não pode mais acessá-la. Ele foi banido e, hoje, sobrevive como pode, se drogando nos subúrbios de uma Tóquio futurista e ao mesmo tempo decadente. E continuaria a se destruir se não encontrasse Molly, uma samurai das ruas que o convoca para uma missão da qual depende toda a existência da rede. O romance de estreia de Gibson é o primeiro volume da chamada Trilogia do Sprawl, que ainda inclui os livros Count Zero e Mona Lisa Overdrive.

 

Sem Spoilers, porque isso não é Espilotríssimo

(mais…)

Leia Mais

dune1

Um filme cancelado influenciou os clássicos do Sci-fi

Engraçado como um livro de 1965 possa ter feito muito, mas muito sucesso até geração passada e está sendo revivido pela nossa sendo comprado e estando exposto em nossas prateleiras. Duna é um livro sci-fi que é praticamente uma leitura fantástica e deu origem a diversos clássicos do cinema quando o diretor Alejandro Jodorowsky tentou adaptá-lo na década de 70 e recusado em cada estúdio por ser ousado demais, por ser um filme “para frente” demais, para 10 anos depois com o sucesso de Star Wars ter uma adaptação extremamente fraca e que não valoriza nem um pouco todo o mundo que Frank Herbert criou, um mundo complexo e rico.

Um colega de trabalho me indicou Duna, porque eu queria muito fazer meu TCC (veja-o aqui) sobre criação de personagem e/ou figurinos para uma adaptação cinematográfica. Tantos livros na estante que nunca foram adaptados e que não tinham nada de diferente, logo me apresentam Duna e é leitura que você precisa de muitas referências para conseguir imaginar tal mundo, logo sendo um grande desafio pensar em uma adaptação que tenha uma direção de arte fiel a cada linha descrita do livro para que eu conseguisse pensar em como desenhar o que que seria feito. No fim, Duna tornou-se uma das séries literárias que mais aprecio por ser tão ousado e extremamente novo, mesmo sendo uma série de livros de mais de 50 anos. Depois de ter entregue o TCC e me sentindo extremamente satisfeita, meses depois recebemos a notícia que Denis Villeneuve, diretor de A Chegada (leia aqui a resenha do melhor filme de 2016), iria dirigir o reboot do filme. Como fiquei feliz. Nossa. (mais…)

Leia Mais

lalaland

Eu assisti • La La Land

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

Com cerca de 140 prêmios nas costas e 14 indicações ao Oscar, La La Land é um romance e musical que é um diferencial que não vemos há muito tempo nos cinemas que apenas vem nos apresentando tantas mesmices (diferente de A Chegada e Animais Noturnos que salvaram 2016) e temos um começo de ano primoroso com a obra de de arte que é La La Land e seu production design que é se não o maior ponto positivo do filme. (mais…)

Leia Mais

contador

Eu assisti • O Contador

Primeiramente, deixa eu falar que sinto muito pelo sumiço galera. Sei que tô devendo várias postagens e como essa semana acabei tendo mudanças de ritmo, fiquei um pouco perdida. Estou postando a resenha desse filme um tanto atrasada só para não deixar de postá-la também! Tem Ben Affleck!

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

Suspense é um dos gêneros que mais aprecio no mundo cinematográfico e O Contador parecia que iria entregar tudo de melhor que um suspense poderia entregar, porém isso se quebra na metade do filme em que vimos ele se transformar em pura ação, mudando totalmente toda proposta que nos fora apresentada, o que é engraçado, pois todo filme é construído (seu marketing também) tentando se afastar do clichês dos filmes de ação que estão estrando toda semana, nos trazendo apenas explosões e tiros.  Devo dizer que Ben Affleck está de parabéns por sua interpretação e a construção de seu personagem, ele parece de fato um autista e a forma que a narrativa é mostrada entre presente e passado, você consegue ver todas as coisas que moldaram o personagem adulto. (mais…)

Leia Mais

donnie

Eu li • Donnie Darko

donnie-darko-darkside-capa-finalRichard Kelly
Editora DarkSide® Books
254 Páginas
Ano 2016
Versão Limited Edition

Sinopse

A história de Donnie Darko é fácil de resumir – e talvez por isso mesmo ele tenha se transformado no filme preferido de tanta gente mundo afora: um adolescente problemático, com sintomas de esquizofrenia e sonambulismo e escapa da morte. Ele passa a ter visões com Frank, o humano numa estúpida roupa de coelho, ou seria o contrário? Enquanto espera pelo fim do mundo (contagem regressiva em 28:06:42:12), e pelo Dia das Bruxas, Donnie enfrenta conflitos que todos nós já experimentamos em algum momento da vida: professores autoritários, a descoberta de uma paixão, hormônios à flor da pele, diálogos reticentes entre pais e filhos, a eterna busca pelo sentido da vida – se é que ele pode mesmo ser encontrado.
(mais…)

Leia Mais