sem-titulo-1

Eu li • Batman Arkham Knight

batman_arkham_knightMarv Wolfmann
Editora Darkside
272  Páginas
Ano 2016
Novelização do jogo.

Sinopse
Arkham Knight é a adaptação literária oficial do game que conquistou fãs e críticos em 2015. Uma parceria entre a DC Comics, a Warner e a DarkSide® Books que virá com aquele padrão quase psicopata de qualidade que os fãs brasileiros merecem.

Tudo começa um ano após a morte do Coringa. A cidade, que havia se transformado num hospício a céu aberto, finalmente volta à sua rotina normal. Mas é claro que a paz não pode ser duradoura em uma metrópole que esconde vilões como Charada, Pinguim, Hera Venenosa, Arlequina e Duas Caras. Desta vez, quem inicia uma nova onda de terror é o insano Espantalho. Na noite do Dia das Bruxas, o vilão detona um ataque químico para demonstrar o poder de sua toxina do medo. Os infectados sofrem delírios terríveis e, em seu desespero, acabam matando uns aos outros. Quase 6 milhões de habitantes fogem às pressas. Mas um certo herói jamais deixaria sua cidade natal à mercê dos bandidos.

Com o apoio de Robin, Oráculo, Asa Noturna, Alfred e do comissário Gordon, Batman parte para a batalha. Munido de inteligência dedutiva, resistência física invejável e aparatos tecnológicos que nem os exércitos mais bem armados do mundo têm acesso, Bruce Wayne não necessita de superpoderes – o que não significa que essa vai ser uma tarefa fácil. Dois inimigos fatais surgem para desafiar o Homem-Morcego. O primeiro é o misterioso Cavaleiro de Arkham – um assassino com habilidades e armadura tão semelhantes às do herói mascarado que é quase como se Batman enfrentasse um clone. E para desequilibrar ainda mais essa luta, o segundo inimigo surge do nada. Mas ele não estava morto? O Coringa está de volta… Pronto para jogar? (mais…)

Leia Mais

tlou

Eu joguei • The Last of Us

Meu objetivo na minha vida de jogadora era conseguir viver a experiência do que é jogar The Last of Us. O primeiro jogo que adquiri ao comprar um Playstation 4 foi esse e meus caros, não tenho palavras para descrever o quão maravilhoso é esse jogo.

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

 

Inicialmente, lançado em 2013 e exclusivo para Playstation 3, mais para frente para Playstation 4 em uma versão remasterizada, ou seja, com gráficos extremamente superiores. Com mais de 240 prêmios e considerado um dos melhores jogos da história, apresento para vocês The Last of Us. Desenvolvido pela Naughty Dog por quase 4 anos usando tecnologia de captura de movimento em todos os personagens e publicado pela Sony Computer Entertainment, do gênero sobrevivência, ação-aventura com uma pitada de terror.

(mais…)

Leia Mais

power

Eu assisti • Power Rangers

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

Um mês de março lotado de possíveis blockbusters e Power Rangers se concretizou como um. Uma série que tem praticamente 24 anos, pessoas da minha idade e até mais velhas com toda certeza acompanharam boas temporadas dos mais diversos tipos de Power Rangers que existiram, o que dá uma bela abertura para criação de um universo cinemático, uma nova franquia no meio de tantos super-heróis e que também abusa e usa do sentimento de nostalgia daqueles que eram fãs na época e também querendo capturar mais de um público novo.

(mais…)

Leia Mais

ghost2

Eu assisti • A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell

Acredito que nessa resenha é muito interessante dar uma introdução ao original Ghost in the Shell ou Fantasma do Futuro, quando foi lançado em português seu primeiro longa-animado em 1995, mas anteriormente temos o mangá de 1989 (resenha aqui). Um resumo bem curto: temos o mangá que são em 3 volumes; temos os dois longa-animados que é o de 1995 e de 2004, logo depois saiu um novo longa sem qualquer ligação com os anteriores e por fim uma nova série de filmes de 2013 em diante que são mais 4 longa-animados, junto do anime de 2014 que são duas temporadas. Já para perceberem que temos muito plots e todos eles priorizando debates psicológicos e filosóficos, mesmo sendo várias versões de design da Major nessa nova geração de GitS. Então quem é fã da franquia, não deve ter expectativas de uma adaptação extremamente fiel, mas pensar como a Major na animação de 1995: “a rede é vasta e infinita”.

 

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo. (mais…)

Leia Mais

split

Eu assisti • Fragmentado

Gente, vocês não sabem como me deixam felizes com os comentários que apreciam os detalhes que escrevo em minhas resenhas e por possuir a imparcialidade nelas, pois bem, eu aprecio filmes como obras de arte, mas com estudos vemos muito mais além e eu quero vocês apreciem também as obras de forma completa, por isso dou detalhes até mesmo de história da arte, mas também apontando os acertos e defeitos do filme que acho deveras importante. Obrigada pelos comentários nas últimas resenhas!

Sem spoilers, pois isso não é Espilotríssimo.

O que esperar de um diretor que deu para nós a maioria dos suspenses que mais nos prendeu e que com aquele final que nos deixa de cabelo em pé e todos os pelos do corpo arrepiados? M. Night Shyamalan volta aos cinema como um filme que promete nos dar todas essas mesmas reações que seus principais filmes nos deu, como em O Sexto Sentido, Sinais, A Vila e Corpo Fechado. Seria Fragmentado sua volta no reinado nos Terror com Suspense? Será que esse filme seguirá a “Receita Shyamalan”, que é sempre nos dar uma surpresa sobre a trama? Logo eu entrei no cinema e pensei: não faço ideia do que esperar desse filme. (mais…)

Leia Mais